terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Noni: você já ouviu falar ?


Muitos pesquisadores estão estudando os efeitos de seu fruto e já comprovaram, com 75% de eficiência, os efeitos positivos para a cura de 27 enfermidades. 

Seus inúmeros benefícios para a saúde advêm de seu altíssimo valor nutricional. Ele é um alimento natural. Além dos aspectos nutritivos básicos (balanço calórico, protéico etc.).
Também pode ser considerado um complemento alimentar bastante completo, possuindo uma grande variedade de nutrientes e micro-nutrientes, dentre eles a proxeronina, cujos benefícios para a saúde são facilmente notados pela imensa maioria das pessoas que utilizam o suco por tempo suficiente para suprirem suas deficiências nutricionais.

Escopoletina e Serotonina

A escopoletina dilata os vasos sanguíneos permitindo a passagem do sangue mais rapidamente, resultando níveis de pressão sanguínea mais baixos. Esta redução da pressão não produz níveis demasiado baixos que possam prejudicar-lhe (hipotensão), simplesmente os equilibra. Além disso, comprovou-se que a escopoletina destrói uma variedade de espécies bacterianas e é considerada uma destruidora do fungo Pythium sp.

Na escopoletina também são observadas propriedades anti-inflamatórias e inibidoras histamínicas, relacionado com a dor, a artrite e as alergias.

A escopoletina não só tem propriedades medicinais próprias, mas também é um dos compostos químicos dentro da fruta noni, que se mistura com a serotonina, um componente necessário que se encontra nas plaquetas do corpo humano, no forro do aparelho digestivo e no cérebro. A serotonina é uma substância mediadora, neurotransmissora, influente no estado de espírito, no ritmo do sono, na assimilação dos alimentos, na percepção da dor, no sistema nervoso central e actua como anti-depressivo e estimula a digestão.

Óxido nítrico

O noni estimula a produção do óxido nítrico, um gás que no nosso corpo cumpre inúmeras funções: dilata os vasos sanguíneos, contribuindo para normalizar a pressão arterial e a melhorar a circulação e a oxigenação, prevenindo a impotência e melhorando a memória; combate os radicais livres; evita a coagulação prematura do sangue, causadoras dos infartes cardíacos e cerebrais; estimula o sistema imunológico contra as bactérias, os vírus, as células cancerígenas; mantém os níveis de insulina no sangue, prevenindo os diabetes. Também estimula a glândula do crescimento.

Damnacantal, anticancerígeno

É uma substância que inibe a acção de um grupo de células (K-rente-NRK) responsáveis pelo cancro. Impede o crescimento dos tecidos malignos e acelera o processo de formação de novos leucócitos, ou glóbulos brancos.

O damnacantal é uma antraquinona que, como indicado no ponto seguinte, tem outras funções. Os outros compostos de antraquinonas que estão presentes no sumo de noni são a rubiadina, o nor-damnacantal, a morindona e a lucidita 3-0-primeverodisa. Estes compostos também possuem uma actividade anti-tumoral de destaque, mesmo que o mais estudado tenha sido o damnacantal.

Antraquinonas, agentes antibacterianos

Os outros compostos de antraquinonas que o noni contém, destacando-se a alizarina, são agentes antibacterianos. Comprovou-se que combatem certas bactérias infecciosas: Pseudomonas aeruginosa (infecções cutâneas), Proteus morgnii, Staphylococus aureus (produtor de infecções no coração), Bacillis subtilis e Escherichia coli (infecções digestivas). Provas adicionais demonstraram que esta atividade antibacteriana controla os patógenos: Salmonela e Shigela (responsável da disenteria). Os elementos antibacterionos se relacionam com infecções na pele, resfriados, febres e outros problemas de saúde causados por bactérias. Além disso são substâncias que ajudam na digestão.

Terpenos

São substâncias que aparecem na maioria das resinas e óleos essenciais das plantas.

O eugenol, com actividade germicida elevada, relaxa a musculatura lisa, interferindo na contracção muscular. Este processo exerce um efeito calmante e relaxante. Também exerce uma actividade anti-tumoral, mesmo que ainda não muito estudada.

O betacaroteno é o percurssor da vitamina E e tem ainda mais actividade antioxidante que a própria vitamina. Os estudos com homens, demonstraram que grandes ingestões de betacaroteno estão associados à redução das taxas de cancro no pulmão, de pele, de cerviz, do trato respiratório e intestinal.

O limoneno tem algum papel na doença de alzheimer. Os resultados demonstram que é eficaz na melhora dos sintomas da doença. O limoneno também possui um certo antagonismo à formação tumural e à actividade bacteriana.

O ácido ursólico é eficaz na eliminação de infecções mitóticas e nos sintomas inflamatórios, quando aplicado topicamente. Também se demonstrou útil na leucemia, nas aids e como anti-histamínico.

Esteróis

Os três fitosteróis mais importantes são o sitoesterol, o estigmasterol e o campestol e os três encontram-se no sumo de noni, fortificando ainda mais as suas capacidades nutricionais. A ingestão de esteróis de origem vegetal, reduz a absorção intestinal do colesterol assim como do colesterol total em plaquetas e os níveis de LDL.

Outros compostos bioquímicos importantes

 O ácido ascórbico que o noni contém é uma fonte de vitamina C.
 Os ácidos linoléicos (este é essencial), capróico e caprílico são ácidos gordurosos que regulam a absorção intestinal As glucopiranosas regulam os níveis de açúcar

 A acubina e o asperulósido (dois glicósidos) são antibióticos poderosos naturais

 A morindona e a morindina foram utilizadas como corantes naturais e possuem propriedades antibacterianas

 Os bioflavonoides são antioxidantes. Impedem a formação de radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento prematuro e degeneração das célula.

 Principais benefícios do Noni:

O Dr. Steven Hall, do estado de Washington, outro médico a quem entrevistei a respeito do suco, diz: “ O noni não só oferece muitos benefícios próprio como também aumenta a eficácia de outros medicamentos.”

O noni é incrível, pois ajuda pessoas a quem a ciência médica tradicional não conseguiu ajudar.”

A sua eficácia crescente e seu uso como tratamento alternativo para a dependência às drogas são duas razões que fazem do noni uma planta tão valiosa.

Os resultados obtidos por Dr. Hall coincidem com a resposta positiva anteriormente demonstrada por 78% das pessoas que tomaram noni. O noni reúne também as características seguintes:
O noni atua sinergicamente com outros suplementos nutricionais e/ ou
medicamentos.

O noni provavelmente contribui para a prevenção e funciona otimamente em
conjunção com outros anti-oxidantes.

O noni auxilia os animais a se curarem mais rapidamente.
O Dr. Schechter, diretor do Instituto de Medicina Natural da Califórnia, relata que existe uma extensa informação que confirma os benefícios para a saúde atribuídos ao noni e suas aplicações tradicionais.

O seu trabalho sustenta aquilo que os Kahunas (trandicionais curandeiros do Havaí), sabiam e utilizaram de forma benéfica durante milhares de anos. Ele confirmou numa entrevista que os resultados positivos obtidos
por médicos clínicos que usam noni coincidem com os resultados alcançados por clínicos que aplicam a medicina natural. O Dr. Schechter tem tratado centenas de pacientes com noni e ficou impressionado com a variedade de doenças que responderam positivamente ao noni.

À seguir, apresento o resumo de algumas informações importantes das pesquisas clínicas do Dr. Schechter:

O noni estimula a produção de linfócito T do sistema imunológico. As células desempenham um papel central no combate às doenças.
O noni atua fortalecendo a função do sistema imunológico incluindo a produção de macrófagos e/ou linfócitos que constituem um componente vital das defesas naturais do organismo.
O noni combate muitos tipos de bactérias.
O noni tem efeitos únicos contra as dores.
O noni inibe a função pré-cancerígena e o crescimento de tumores malignos,
permitindo que as células anormais funcionem maior normalidade.

O Dr. Schechter diz: “Como terapeuta clínico, verifiquei que o noni produz
benefícios terapêuticos significativos, mesmo profundos, tanto de prevenção como de auto-ajuda para uma extensa gama de problemas de saúde.”

Com a lista do Dr. Schechter e com a informação oferecida pelos outros
profissionais com os quais me comuniquei, consegui determinar as principais categorias de usos do noni, descritas a seguir.

Apesar de que o noni tem muitas outras aplicações valiosas, como demonstram os gráficos, somente incluí os que estão melhor respaldados por documentação.

HIPERTENSÃO ARTERIAL

Em 1992, a Dra. Isabelle Abbot, reconhecida especialista em botânica, notou que entre as aplicações mais comuns do noni achava-se o controle do diabete, hipertensão e câncer. Revisei a literatura a procura dos fito-nutrientes, ou nutrientes com propriedades curativas, presentes no noni que pudessem ajudar a diminuir a pressão arterial.

A escopoletina, um dos fito-nutrientes entre os componentes do noni, dilata os vasos sanguíneos previamente contraídos. Isto significa que o coração não tem que trabalhar em excesso para bombear o sangue pelos vasos contraídos (estreitos).

Como resultado, a pressão arterial normaliza e o coração se desgasta e sofre menos. A escopoletina contida no noni foi isolada pela primeira vez em 1993 pelos pesquisadores da Universidade do Hawaí.

Acredita-se que, além de dilatar os vasos sanguíneos, a escopoletina também se junte à serotonina. Os estudos realizados com animais demonstraram que a escopoletina pode diminuir tanto a pressão arterial normal como a alta para níveis de hipotensão (pressão arterial baixa anormal).

No caso do noni, entretanto, a escopoletina interage sinergicamente com outros nutracêuticos (nutrientes que atuam como agentes medicinais) trazendo a pressão arterial alta para o nível normal, mas não para um nível inferior ao normal. Não se observou que ela possa reduzir a pressão
arterial normal ao nível de hipotensão.

Aprenda a fazer o suco (Clique aqui)

Fonte: Cruzeta News


Share/Bookmark

Nenhum comentário:

Postar um comentário